Travel Time

Barcelona em 48h – O primeiro dia

Toda e qualquer viagem que a gente faça nunca será igual à última ou à que ainda está por vir. A bem falar, por muito planeado que tudo seja, os imprevistos surgem e, para melhor ou pior, algo acaba por mudar. Mas, ainda assim, prevenir-nos continua a ser uma grande (enorme!!!) valia. Por isso mesmo, aqui estou eu, aquela “gaja” que gosta de saber tudo direitinho…

 

Chegados de avião ao aeroporto de Barcelona, a melhor alternativa será adquirir (no respetivo quiosque) um passe Hola BCN; de acordo com o tempo que esperam passar na cidade. Com esta ferramenta, que, já por si barata, ainda fica mais acessível se comprada antecipadamente pela internet; poderão ter total e ilimitado acesso a praticamente todos os transportes públicos de que irão ficar dependentes durante a estadia. Com ele, ainda receberão dois mapas (um com a informação dos autocarros e outro com as do metro); que se revelarão extremamente úteis, não só pela ajuda prática, mas também graças a um conjunto de ofertas então incluído!

Começando de imediato a dar-lhe uso, sugiro que aguardem pelo autocarro que vos leva, sem dificuldades, à Plaça d´Espanya; para a partir daí começarem a vossa deliciosa aventura. Chegados à conhecida (e movimentada!) rotunda, verão o Centro Comercial Arenas; cujo interior vos irá deliciar (muito para além da diversidade de lojas). Bem no topo, terão, ainda, acesso a uma vista privilegiada de 360º.

Depois disso, fazemos um ligeiro desvio pelo Parc de Joan Mirò; recheado de maravilhosas palmeiras e preenchido pelo constante som dos pássaros que sobrevoam.

Pés, então, de novo ao caminho! Pode não parecer mas estamos a correr contra o tempo.

Passando pelas Torres Venecianas, nas quais começa a Avinguda de la Reina Maria Cristina; chegamos à CaixaForum de Barcelona e à surpreendente Fonte Mágica de Montjuic (perto da qual são bem capazes de encontrar alguns vendedores de lembranças por apenas um euro e cujos espetáculos noturnos valem super a pena).

Deparamo-nos, então, com a Plaça de les Cascades que termina no belíssimo MNAC (Museu Nacional d´Art de Catalunya) e se prolonga no Passeig de Jean Forestier, acabando por dar ao famoso Poble Espanyol (onde prometemos entrar numa próxima viagem).

Aí encontraremos a paragem do autocarro que nos irá levar muito rapidamente até à Anella Olímpica e ao Estádio Olímpico Luís Companys.

Entretanto, meio caminho a pé, meio caminho de bus; chegaremos ao Castelo de Montjuic, ao Mirador de L´Alcalde, ao Monument a La Sardana, aos tobogans de Montjuic e aos Jardins Mossen Costs i Llobera Garden (com uma bela vista da cidade e do mar envolvente).

Sendo agora uma ótima (segundo os horários dos nossos amigos espanhóis) altura para comer; só depois do almoço retomaremos o nosso roteiro a partir do Monumento a Colom para chegar à Platja de la Barceloneta, à Estrella Herida, ao Espigó del Gas e ao Pez Dorado.

Daí partiremos, de autocarro, para o Parc de la Ciutadella (e, assim, encontrar o singular Arc de Triomf) e para a Estació del Nord.

Por hoje, está feito! Afinal, precisamos também saber aproveitar o hotel e recuperar energias para o dia seguinte…

Também podes gostar!