Food Time

Sem crueldade, de Norte a Sul do país

Com o já falado aumento da procura, por parte dos consumidores, de refeições vegetarianas, cresce também, proporcionalmente, o número de restaurantes total e diretamente dedicados à satisfação dos clientes vegan; criando uma ementa cada vez mais elaborada e diversificada com opções 100% vegetais ou, inclusive, e muito felizmente, não cozinhando nada em momento algum que implique sofrimento animal.

Sim, é verdade, hoje em dia, sair de casa sem a preocupação de saber onde e o que é que se vai comer é já também uma realidade para nós vegetarianos estritos. Embora a oferta não seja ainda igual em todo o país, havendo distritos com mais alternativas do que outros, ela existe sempre e cada vez mais de uma forma muito satisfatória, a preços super em conta.

Qual é, então, o problema? Descobrir esses espaços! Sim, saber o nome de todos os restaurantes vegetarianos, ou com opções a nós dedicadas, da nossa zona de residência é fácil, sobretudo quando vivemos numa urbana já muito desenvolvida… Mas e então, quando a procura se alarga para cidades a meia dúzia ou a centenas de quilómetros, cujo nosso conhecimento sobre é muito reduzido? Pois… Aí a tarefa complica-se! Temos duas (grandes e mais viáveis) opções. Podemos, por um lado, pesquisar arduamente nos vários grupos do facebook a este tema dedicados pelas sugestões mais apelativas; ficando muito à mercê do que cada um já experimentou e conhece e sendo melhor ou pior influenciada pela sua muito subjetiva opinião. Ou podemos, por outro, instalar a já conhecida aplicação Happy Cow e confiar nas alternativas que a mesma nos disponibiliza e recomenda de acordo com a localização geográfica. Isto se, na melhor das hipóteses, não optarmos por ambas!

E, já me esquecia, a Aliança Animal também pode ser uma grande ajuda! Sendo uma organização sediada no Porto e criada com o intuito de “fomentar o respeito pelos animais”, apresenta-nos, na sua página do facebook, os vários espaços que já aderiram ao programa “e o seu restaurante, já tem?”; espaços que, se assim não fosse, muito provavelmente deixaríamos de querer visitar.

Sim, realmente, ajudas não nos faltam para escolhermos o melhor sítio para ir comer. Mas, ainda assim… Podia, pelo menos para mim, segundo o meu ponto de vista, ser um bocadinho mais fácil! Podia não exigir que demorássemos horas a pesquisar e outras tantas a cruzar as informações para, finalmente, optar por alguma sugestão! Podia ser menos trabalhoso e mais prático, menos abstrato e mais objetivo e concreto…

Que tal, então, um mapa editável onde fossemos adicionando, conforme conhecêssemos e experimentássemos, todo e qualquer restaurante com opções 100% vegetais? Podemos tentar!

Sem crueldade, de Norte a Sul do país (1/2)
Sem crueldade, de Norte a Sul do país (2/2)

Também podes gostar!