Life Time

23 coisas que aprendi em QUASE 23 anos

Há dias precisei rever a lista das 23 coisas que queria fazer antes de completar 23 anos e percebi que algumas delas já não eram tão prioridade assim e que, no entretanto, outras se revelaram mais pertinentes. Isso fez-me tomar (ainda mais) consciência do quão mutáveis somos, do quão soberbas podem ser as mudanças pelas quais vamos passando. Hoje eu não sou a pessoa que era há meia dúzia de meses atrás e, espero, jamais igual aquela na qual me tornarei daqui a uns quantos. Nós evoluímos. E ainda bem.

Lembrei-me, então, (se calhar porque coisa melhor não me ocorreu para o post de hoje) de enumerar as 23 coisas que eu (acho que!) aprendi em quase 23 anos de existência.

  1. Devemos amar-nos sempre em primeiro lugar, valorizarmo-nos e jamais aceitarmos menos do que aquilo a que temos direito porque ser egoísta também é preciso e muito
  2. É importante que façamos sempre o que queremos fazer e jamais o que os outros preferiam que fizéssemos
  3. Não temos que dar satisfações a ninguém, seja por que razões for, muito menos a quem não merece
  4. É permitido (para não dizer obrigatório!) excluir pessoas da nossa vida
  5. Estar sozinha pode por vezes, muitas vezes, ser a melhor opção; não é sinal de solidão mas de coragem admitir que “mais vale só do que mal acompanhada”
  6. Fazer fretes pelos outros é escusado
  7. “As palavras têm muita força, nos deixam mais feliz ou muito triste em questão de sílabas”
  8. “Não podemos ser gratos por tudo mas devemos ser gratos em todas as situações apesar de tudo”
  9. Saber pedir desculpas e conseguir perdoar é crucial; só assim seremos capazes de contrariar o cultivo de sentimentos negativos
  10. “Tudo passa e tudo muda”, nada acontecendo por acaso
  11. O passado, mais ou menos acertado, moldou-nos para o que somos hoje e, portanto, não devemos perder o nosso tempo nos arrependendo de algo que contou para a nossa história
  12. Não vale a pena dramatizar, nem tudo é sobre nós e os nossos
  13. Antes de assumir algo, mais vale perguntar e ficar com certezas; nem tudo o que parece é
  14. Devemos esperar menos dos outros e mais de nós próprios, mais surpresas e menos deceções virão
  15. “Nunca façamos aos outros o que não queremos que nos façam a nós”
  16. Ser bom para alguém que não gostamos e/ou que não gosta de nós, não é hipocrisia mas respeito
  17. Arrumar pode ser duro e deixar o corpo dolorido, mas faz verdadeiros milagres à alma
  18. Tomar um bom banho no final do dia “lava-nos” de todos os problemas e deixa tudo mais claro
  19. Não, o tempo não cura tudo, o tempo, aliás, não cura praticamente nada; pode é atenuar e ajudar a tornar mais suportável e menos angustiante
  20. É importante aprender a confiar, embora nunca cegamente, no nosso próprio instinto; na maioria das vezes, ele será o único capaz de nos safar de sérios problemas
  21. “A idade não define quem somos, é apenas e só um número”
  22. “Imperfeito mas feito é muito melhor do que simplesmente não feito”
  23. Mais do que saber arriscar e fazer algo que nunca havíamos feito, é preciso ser capaz de desistir de coisas que até então foram tudo o que soubemos fazer

“Nós nunca perdemos. Ou ganhamos ou… aprendemos!”

Também podes gostar!