“Uma imagem vale mais do que mil palavras”

A minha conversão, da noite para o dia, para o veganismo deveu-se total e inequivocamente a um vídeo de apenas quatro minutos e trinta e oito segundos. Sim, foi desse tempo que precisei para “abrir os olhos” e ver o que, até então, preferira (mais ou menos consciente disso) ignorar. Soube, assim, o quão verdade …

Friends: aquela comédia que nos faz chorar

Fazer maratona de séries e não ver Friends são realidades quase que incompatíveis, sobretudo para aqueles que não conseguem resistir a uma boa comédia ligeiramente apimentada por romances mais ou menos arrebatadores, os géneros segundo os quais se apresentam em cada um dos duzentos e trinta e seis deliciosos episódios! Se, para uns, o facto …

The Vampire Diaries: a série que nos faz atingir o inalcançável

The Vampire Diaries. Ouvir falar em vampiros e não me recordar da melhor série de sempre (a única que, muito provavelmente, reverei vezes sem conta!) é pura e simplesmente impossível, quase tanto como me esquecer do meu próprio nome (tarefa que, acreditem, as pessoas mais próximas a mim tornam árdua e fatigante)! Não há mesmo …

The Shape of Water: sem palavras

Se dúvidas ainda houvessem quanto à pertinência e legitimidade deste filme, rapidamente se dissiparam quando revelaram os  vencedores dos Óscares. Eis, então, uma excelente motivação para retirar A Forma de Água (originalmente The Shape of Water) da lista de agendados; e (pelo menos, tentar) perceber, finalmente, a origem de tanta polémica e controvérsia à sua …

Gossip Girl: a autoridade inabalável de um segredo

É muito difícil para mim ficar angustiada com o final de uma série (por muito que me seja agradável acompanha-la). No entanto, conheço-me bem o bastante para prever que, com Gossip Girl, não seria assim tão simples e transparente. Verdade seja dita? Custou (e não foi pouco, não senhor!) a ganhar coragem para dar por …